“Esquecer tornou-se difícil. Deveria ser algo simples, fácil após tantas vezes o destino me ter obrigado a esquecer. Mas não é. Desconfio que jamais o será. Cada sorriso que vejo teu é uma facada no coração. É lembrar-me de quantas vezes te olhei enquanto dormias e pensei na sorte que tinha. Tentei que tudo passasse com o tempo. Disseram-me ser o melhor remédio. Mentiram. É acumular sentimentos, pensar que foram ultrapassados até que a porcaria de um actor deita essa pequenina muralha abaixo, tudo porque me faz lembrar de ti, um gesto que passa despercebido ao resto mas que não me escapa, um abraço que dá à sua amante que me lembra todos os que me deste ao adormecer. Quero-te esquecer. Preciso de o fazer. Em vez disso dou por uma lágrima a escorrer pela minha face a baixo porque o filme acabou. E o nosso, ainda por concluir, já vai pelo mesmo caminho, sem mostrar ter um final feliz.”

Anúncios

One thought on “

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s