Random

Passas despercebido à multidão que apressada passa por ti. Eu continuo a observar-te, sempre à distância. As tuas feições imperfeitas são o que mais me cativam. Tens um beleza estranha, fora do normal. O mais provável é a maioria das mulheres não te achar qualquer piada. Ainda bem, penso, para mim.
O sol bate no teu cabelo fazendo-o reflectir diferentes tonalidades da sua cor. Parece tão suave. Poderia perder as minhas mãos durante horas nele, sem me cansar. Os teus lábios são um pouco grandes de mais para a tua cara magra. E carnudos. Tornam-se na maior tentação em tudo o que posso ver em ti. Os teus olhos…não os consigo ver bem. Mas parecem-me claros.
Olhas constantemente para o teu pulso onde vejo um relógio. Bates com o pé de uma forma que revela toda a tua impaciência. Sorrio. Começo a avançar devagar ao teu encontro, convicta de que terei coragem para te falar. Paro. Suspiro ao  vê-la chegar e abraçar-te para logo a seguir te dar um suave beijo. Como a invejo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s