Tu chegas e o tempo pára

A perfeição do teu rosto congela o tempo à minha volta. Fico parada à tua frente, durante horas, e não me canso de contemplar cada pormenor do teu corpo, cada gesto teu, cada suspiro que dás. As minhas mãos já te conhecem de cor e mesmo assim, continuam, numa ânsia que nunca acaba, a pesquisar cada centímetro da tua pele, cada sinal teu. O tempo pára quando me abraças, quando me beijas e me prendes nos teus braços enquanto me sussurras ao ouvido. Prende-me então para sempre nos teus braços. Não deixes o tempo avançar mais. Quero estes momentos eternizados.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s