O mundo é pequeno

Descobri ser mais parecida com ela do que alguma vez julguei. Amadas e odiadas. Amantes das palavras e de toda a poesia que esvoaça com o vento. A dor sempre esteve presente. Não que houvesse razão para tal. Às vezes não tem que existir uma razão. A vida é assim. Bela para uns, traiçoeira para outros. Já muitas vezes pensei não saber viver. Tal como ela. Não havia lugar algum que deixasse em sossego o desassossego da minha vida. Depois existia o papel. Ainda existe. Eterno confidente nas horas mais inesperadas. O pior inimigo nas noites que acompanhavam a nossa solidão. O mundo é pequeno demais para mim. Era pequeno demais para ela. Tudo o que queremos, é o que nunca iremos ter por simplesmente não existir. Tenho saudades dos passeios sem destino.

Meu coração o místico profeta, 
O paladino audaz da desventura, 
Que sonha ser um santo e um poeta, 
Vai procurar o Paço da Ventura… 

Meu coração não chega lá decerto… 
Não conhece o caminho nem o trilho, 
Nem há memória desse sítio incerto…

tumblr_medp6idFam1rm4j2so1_500

Anúncios

One thought on “O mundo é pequeno

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s