O nosso amor não é redondo

Temos maneiras diferentes de ver o mundo e maneiras diferentes de ver o nosso amor. O centro do meu mundo, ainda não está bem definido. Desculpa-me quando sou sincera e não querida ao te dizer que o centro do meu mundo, não és tu. Isso não implica esquecimento. Estás presente, na minha cabeça, a toda a hora, nas mais variadas ocasiões. Associo-te a muito do que me rodeia. Desculpa se quando estamos juntos, não te demonstro isso. Há maneiras diferentes de se amar uma pessoa. A minha maneira é discreta, no sossego da minha casa, nos dias em que a minha cabeça não está cheia de assuntos que te fazem fugir de mim. Mas isso não significa que não te ame. Prioridades já as tenho. Não sei se te considere uma, somente pelo facto de achar que a maioria das prioridades são tarefas que temos para fazer. E tu não és uma tarefa na minha vida. És essencial na minha vida sim. É no conforto dos teus braços que eu encontro o sossego que acalma os meus demónios. É nas nossas conversas, sobre tudo e sobre nada, nas gargalhadas involuntárias que se encapam dos nossos peitos, que encontro a minha casa ao final do dia. Este é o meu amor. Por ti, só por ti. Só que há uma linha que divide o teu amor do meu.

tumblr_mf6hg277mL1r7je47o2_500

Assinatura

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s