Sequuntur Somnia

Noites de pesadelos que atormentam o meu sossego, dia após dia. Quase que adivinham o que mais tento esconder. Estás em todos eles. E em todos eles o teu olhar misterioso, ilegível, olha-me como se não houvesse amanhã, enquanto me espetas faca atrás de faca, enquanto me torturas com o teu silêncio. Esta noite fugi de ti no meu pesadelo. Fiz-me de forte. Ignorei-te. Ignorei-as. Mas de manhã apercebi-me que não tinha sido só um pesadelo. Tens-me andado a mostrar o teu presente, não tens? E eu nas sombras, vejo tudo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s