Um dia

Penso que o destino nos quer longe. Um do outro, digo. Cada vez tenho mais certezas disso. E quantas vezes não teve o destino sucesso? Vais embora e antes de ires, já eu parti. Não vai haver um adeus. Não haverá tempo para isso. Curioso, não é? A única vez que estivemos realmente juntos, foi a única vez em que nada planeámos. E agora olha para nós. Ambos a fazer malas para países diferentes. Um dia, meu querido, isso te prometo, vou encontrar-te num qualquer café no centro de uma capital europeia a ler poemas que tantas noites te escrevi. Já sinto falta de algo que nunca existiu.

Conversas Com Um Estranho

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s