Incêndio das Ruas

“Inclinas-te, silencioso, para o interior do sonho que se enche de imagens ensanguentadas.
As casas onde moraste foram demolidas. Os rostos apagaram-se da memória.
Se olhares a paisagem, cegarás – como cegaram as aves em pleno voo.

A tua ausência ainda pernoita nos escombros de uma fotografia.
Desertos. Fungos, bolores a nascerem nas pálpebras. Aço torcido, ventos.
Ruas em que te segredei:
Leva-me daqui, leva-me para longe desta árvore seca. Para longe desta parede onde escorrem fios de sol…

Mas tu mal entendias a língua em que te segredava.
Vias, apenas, a convulsão de um rosto que se apagava na semiobscuridade da manhã.

Cidade esboroada. Lisboa: Corpos que esperam, jardins onde se cruzam e desaparecem. Ruas, e o rio ao fundo.
Nada mais em redor daquele que caminha ao mesmo tempo que a sua imagem. Ambos destruídos.

Na penumbra do quarto ouvem-se as vozes dos mortos, e dos corpos que se amam.
Mas é inútil lembrares-te dos rostos que tinham ou têm – porque a noite desceu voraz, pesada, eterna, sobre a tua ausência.
Quem terá vivido naquele quarto?
Caído no chão do corredor, um papel escrito – talvez um recado.
Mais alguns passos em direcção a ti, corto os pulsos.
Peço-te:
Protege esta cabeça que se ilumina. Deixa escorrer o sangue sobre os corpos que se amam…

Adormeceste com as mãos no limite da pele, e a adolescência passou enquanto te olhei dormir.
Sobre a mesa de cabeceira, em contraluz, esquecemos o frasco onde tínhamos aprisionado o navio da alma.
Ergo-me de ti e sussurro:
Tira-me do incêndio das ruas. Leva-me no abismo do teu sono, esconde-me na ferrugem nocturna do rio…

E pus-me a pensar que muito tempo depois de nós permanecerá, lá fora, o surdo marulhar da cidade – e este calor que me sobe às mãos, queimando-as, como se ainda as olhasses.”

Al Berto em Dispersos

Silêncio das Ruas

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s