Fotografias de um passado tão presente

Fotografias. Tudo o que me resta de ti. Por todo o lado. Por toda a casa. Nas gavetas fechadas. Nas paredes. Pelo chão.  Para me relembrar que foste a loucura da minha existência e que te perdi por um capricho que hoje já nem lembro. Uma fotografia pode dizer o melhor e o pior de alguém. É impossível fingirmos um sorriso. Um olhar. A felicidade inatingível na nossa realidade. Uma fotografia tortura-nos. Memórias de um tempo que queremos esquecer e relembrar ao mesmo tempo. O despertar do meu dia sem ti a meu lado mas contigo na minha parede. A sirene do nosso coração a dizer: és o meu passado. Quero-te mais do que no meu álbum de recordações. Dois anos não são nada. Há muito a viver. Há muito a descobrir. Cidades a conhecer. Ruas para percorrer. Camas por desfazer. Onde estás tu para que te encontre?

image

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s