Sobre a ilusão de um nós

Quero afogar a dor que teima em não passar, apagar o rasto do teu corpo da minha vida que insiste em pernoitar. Às vezes lavo-me até a pele sangrar por tanto te querer tirar de mim, eliminar as marcas que deixaste pelo meu corpo. As noites matam-me se não me perco por outros. O silêncio ataca-me com as recordações da tua voz. Não durmo para fugir aos pesadelos que tentam entrar. Então deambulo pela casa para que me possa cansar o suficiente para me deixar perder por umas horas. Desejo estar contigo para te mostrar o que hoje sou. Um pequeno vislumbre da culpa que nunca tive, por ela ter estado sempre do teu lado. Sinto tantas saudades de ti como de mim.

image

Anúncios

One thought on “Sobre a ilusão de um nós

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s