Sobre a porta ao lado

Apetece-me escrever-te mas as palavras não me saem do estômago onde existem sob a forma de borboletas. Sinto profundamente a tua falta e a noite é feita para me recordar disso. Gostava que o mundo fosse mais pequeno para te voltar a visitar na porta ao lado. Um dia voltamos a estar juntos, não é verdade?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s